HISTÓRIA(S) DO DIREITO INTERNACIONAL: PENSAMENTO PÓS-COLONIAL E A QUESTÃO DO OUTRO
HISTORIES OF INTERNATIONAL LAW: POSTCOLONIAL THINKING AND THE QUESTION OF THE OTHER

Henrique Weil Afonso (FADIC/PE)

Resumo


O objetivo deste artigo é introduzir um conjunto de interrogações pós-coloniais às práticas historiográficas convencionais do Direito Internacional. Para sua concretização, privilegiou-se o estudo descritivo e analítico, por meio de pesquisa bibliográfica e documental. Em desafio aos estatutos teóricos identificados com as ideias de progresso e desenvolvimento tanto da disciplina quanto da sociedade internacional, a crítica pós-colonial assinala para rupturas, descontinuidades e processos de encobrimento da diversidade ou naturalização da violência em nível global. Tais ponderações são justificadas em vista da indispensabilidade de aparatos teóricos aptos a sustentar concepções de direito e da sociedade internacional contextualizadas em saberes e linhas discursivas até então historicamente alocadas à marginalidade da teoria jurídica e da História oficial.

Texto completo:

73-92 | PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22293/2179-1376.v7i13.408

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2179-1376 (ELETRÔNICO) | 2447-1739 (IMPRESSO)