[GRADUAÇÃO | MONOGRAFIA]
A LICITAÇÃO COMO FERRAMENTA DE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE NO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO – SESC PERNAMBUCO

NORMA DA SILVA BEZERRA NETA

Resumo


É responsabilidade do Estado garantir o desenvolvimento econômico e social da população. E diante do aumento da demanda de bens, obras e serviços, tornou-se imprescindível a adoção de técnicas e mecanismos de controle, que assegurem a aplicação do grande volume de capitais disponíveis, com eficiência e transparência. A licitação é utilizada pela administração pública garantindo os melhores resultados com o menor desperdício de recursos. A presente pesquisa tem como objetivo analisar as conseqüências da licitação como ferramenta de transparência e controle na Administração do Serviço Social do Comércio, bem como entender a exigência da licitação na Administração Pública e nas organizações paraestatais. O estudo de caso foi embasado em pesquisa qualitativa sustentada por investigações bibliográficas, livros, trabalhos acadêmicos e sites da internet com o intuito de buscar as melhores referências referentes à licitação. Os resultados da pesquisa mostram que o Serviço Social do Comércio realiza a publicação das licitações, no qual todas as etapas do processo licitatório, desde a sua abertura até seus resultados são divulgados em sites, quadro de avisos no hall do edifício sede, bem como aviso de publicações em jornal de grande circulação, permitindo fácil acesso a todos os interessados. Por fim, pode-se constatar que o objeto deste estudo pratica em suas licitações o princípio da publicidade trazendo como consequências para suas contratações, economicidade, por fazer uso dos recursos recebidos da forma mais adequada, atingindo assim, a proposta mais vantajosa e oferecendo igualdade de condições a todos os interessados que atuam na especialidade do objeto e que cumpram às regras estabelecidas no instrumento convocatório.

Texto completo:

01-37 | PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.