[GRADUAÇÃO | MONOGRAFIA]
A CURA ATRAVES DA COR: UMA ANÁLISE DO USO DA COR NAS ENFERMARIAS DOS HOSPITAIS DA REGIÃO METROPOLITANA DO RECIFE

LARISSA MARCELA DE SANTANA

Resumo


Como nova tendência de se pensar o ambiente hospitalar, a humanização da saúde é uma ferramenta que tem colaborado no processo terapêutico dos pacientes, além de gerar melhora na qualidade de atendimento e de trabalho para pacientes e profissionais da área de saúde. As cores, que aparecem como coadjuvantes no processo de cura, tem um importante papel na contribuição do equilíbrio do corpo e da mente. Sendo assim, é de extrema importância um planejamento prévio das cores a serem aplicadas nos interiores das unidades de saúde, para que esta seja mais um recurso colaborador no processo de cura. O objetivo desse trabalho foi investigar se os hospitais da Região Metropolitana do Recife estão fazendo uso do elemento cor para favorecer o processo terapêutico dos pacientes que se encontram internados nos hospitais estudados. O estudo apresenta como método de pesquisa a Análise Pós-Ocupacional (APO) baseada nas teorias de ROMERO e ORNSTEIN, onde foram quatro hospitais da Região Metropolitana do Recife, buscando identificar as cores presentes nas paredes e no teto das enfermarias das respectivas unidades. Buscou-se dentro destes quatro hospitais selecionados, escolher dois pertencentes à Rede de Saúde Pública e dois pertencentes à Rede Privada, a fim de analisar duas perspectivas diferentes de instituição de saúde. O beneficio desta pesquisa é mostrar uma nova possibilidade de assistência à saúde em que a cor apareça como peça chave no tratamento dos pacientes, dando subsídios para criação de espaços acolhedores, relaxantes e de cura.

Texto completo:

01-93 | PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.