[GRADUAÇÃO | MONOGRAFIA]
POVO XUKURU DO ORORUBÁ: CONFLITOS FUNDIÁRIOS E NOVA ADMINISTRAÇÃO NO TERRITÓRIO INDÍGENA EM PESQUEIRA E POÇÃO/PE

HÉLIO FERREIRA COELHO

Resumo


Este estudo teve por objetivo analisar os conflitos fundiários que ocorreram na Terra Indígena Xukuru do Ororubá, localizada nos municípios de Pesqueira e Poção/PE. A questão básica que norteou toda a pesquisa foi entender se o reconhecimento e a homologação de uma Terra Indígena seriam suficientes para que cessassem os conflitos vivenciados pelos seus habitantes. Essa pesquisa utilizou como suporte teórico, os conceitos de conflito, conflito fundiário e Terra Indígena. Como método de pesquisa foi utilizado o estudo de caso, sendo analisado o caso específico dos conflitos vivenciados pelo povo Xukuru do Ororubá dos municípios de Pesqueira e Poção/PE, procurando evidenciar conclusões de interesse para outros povos indígenas no Brasil que vivenciam os seus próprios conflitos. Como técnicas de pesquisa foram utilizadas a pesquisa documental, a pesquisa bibliográfica, a pesquisa de campo e entrevistas com atores sociais estratégicos. Procuramos evidenciar no estudo que o povo Xukurudo Ororubá tem vivenciado muitos conflitos, desde o período da colonização portuguesa, que se prolongaram até os dias atuais e se intensificaram especialmente quando iniciou o processo de demarcação das suas terras pela Fundação Nacional do Índio - FUNAI, em 1989. E que, de alguma forma, esses conflitos ainda ocorrem mesmo após a homologação da Terra Indígena, em 2001.

Texto completo:

01-75 | PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.