[GRADUAÇÃO | MONOGRAFIA]
O TRÁFICO DE MULHERES BRASIL – ESPANHA NA ATUALIDADE: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A OPERAÇÃO NINFAS

JULIANA MONTEIRO BARRETO

Resumo


O presente estudo discorre sobre a influência e contribuição do feminismo para melhor compreender o tráfico de mulheres brasileiras levadas para a Espanha a partir dos anos 2000. Tem como objetivo analisar o tráfico de mulheres do Brasil com destino à Espanha, buscando entender os fatores propulsores para essa imigração ilegal, além das medidas preventivas e repressivas contra o tráfico de seres humanos. A definição do tráfico de pessoas foi elemento crucial para que as movimentações internacionais para reprimir tais práticas ilegais fossem adotadas pelos Estados, e com isso surgissem tratados e protocolos cada vez mais específicos sobre o tema. Os efeitos da globalização trouxeram impacto direto nas migrações internacionais, diminuindo barreiras para o trânsito de pessoas entre fronteiras, e os avanços tecnológicos que foram importantes para que as organizações criminosas transnacionais pudessem se utilizar de uma nova roupagem para melhorar seus métodos de recrutamento e exploração das vítimas. Com isso, as cooperações internacionais se mostraram cada vez mais importantes, em parte para trazer a questão dos direitos humanos para a agenda internacional, e para que medidas anti-tráfico fossem adotadas pelos estados, levando em consideração suas particularidades e normas internas. Logo, o Brasil adota medidas para combater a questão, estabelecendo ponte com o governo da Espanha exemplificando tal cooperação através da Operação Ninfas. A importância da combinação de esforços, como por exemplo, a polícia federal brasileira e espanhola, que se uniram para desarticular uma organização que traficava mulheres brasileiras para o território espanhol. O tema será abordado à luz da Teoria Feminista das Relações Internacionais, no intuito de apontar as consequências de uma sociedade patriarcal, que leva mulheres a serem tratadas como objetos e com isso se tornam expostas as diversas formas de exploração, sendo a principal delas, a sexual, explorando as medidas repressivas e preventivas do tráfico de seres humanos.

Texto completo:

01-81 | PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.