[GRADUAÇÃO | MONOGRAFIA]
CONSTRUÇÃO DO SOFT POWER CHINÊS E SEUS IMPACTOS NO BRASIL A PARTIR DO SÉCULO XXI

ANNA BEATRIZ ALVES CARDOSO

Resumo


O soft power é um conceito relativamente novo nas Relações Internacionais, mas está tomando lugar fixo nos discursos chineses nos últimos anos. Diferentemente do passado, a China atual se preocupa muito mais com a imagem que passa para o mundo e está usando do soft power como instrumento de ascensão, mas por representarem uma cultura bastante peculiar aos olhos ocidentais, essa expansão está gerando respostas positivas e negativas e apresenta alguns obstáculos. A China tem exercido o soft power em âmbito global, sendo notável sua expansão econômica nos últimos anos na América Latina e seus esforços para abraçar política e culturalmente essa região, principalmente com a elaboração de parcerias estratégicas entre os países, tendo o Brasil como parceiro econômico essencial. A China vem apresentando alternativas à gigante influência dos Estado Unidos de diversas formas, como a crescente propagação de sua cultura e língua em cidades brasileiras com o desenvolvimento de Institutos Confúcio por todo o mundo. Este trabalho pretende explicar mais a fundo o conceito de soft power, como ele surgiu na China, analisar suas dificuldades e fraquezas, o papel da mídia, como esta ascensão está impactando o Brasil no século XXI e discorrer sobre a relação dos dois países.

Texto completo:

01-67 | PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.