abrir menu
fechar

Espaço Acadêmico

Esqueceu a senha?
Espaço Acadêmico
Notícia

Aluna de RI participa da 21ª Assembleia da Juventude da ONU

A aluna Lara Cunha Lima fará parte do grupo de 40 estudantes brasileiros que participarão da conferência


05 Fev 2018 • Aluna de RI participa da 21ª Assembleia da Juventude da ONU

A aluna Lara Cunha Lima, do 3º período do curso de Relações Internacionais da Faculdade Damas, fará parte do grupo de 40 estudantes brasileiros que participarão da 21ª Assembleia da Juventude, entre os dias 14 e 16 de fevereiro, na Sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque (EUA). O evento tem como objetivo promover a cooperação e o empreendedorismo social entre lideranças jovens de todo planeta, sociedade civil, setor privado e a ONU. Além dos painéis, workshops e palestras, a estudante da Faculdade Damas terá a oportunidade de defender um projeto para aprovação das Nações Unidas.  

A Assembleia da Juventude foi criada em 2002 e desde 2011 vem acontecendo de forma bianual, com mais de 14 mil jovens atingidos. É uma iniciativa da Friendship Ambassadors Foundation, ligada ao Departamento de Informação Pública da ONU. Com a temática “Innovation and Collaboration for a Sustainable World”, a primeira conferência de 2018 terá discussões voltadas às dimensões ambientais delimitadas na Agenda 2030, documento elaborado pelos Estados-membros da ONU que reúne 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas que os países devem implementar até o ano 2030. Nesta edição, serão discutidos especialmente os objetivos 6, 7, 11, 12 e 15.

Participar da Assembleia da Juventude sempre foi um desejo de Lara desde o início do curso. “Eu sempre sou muito antenada nos eventos que a ONU promove no Brasil relacionados ao que eu procuro, que envolvem relações internacionais, liderança. Eu coloquei já no primeiro período como algo que eu queria participar”, conta a aluna.

As inscrições para a conferência foram abertas no final do ano passado e Lara não perdeu a oportunidade. Lara acredita que o trabalho em ONGs, intercâmbios para trabalhos voluntários em outros países e participação em seminários e congressos pesaram a seu favor no momento da seleção. Outro ponto positivo foi o fato de Lara já ter um projeto de lei de sua autoria, elaborado para o Programa Parlamento Jovem Brasileiro 2015, iniciativa da Câmara dos Deputados que seleciona estudantes do ensino médio de todo o país para vivenciar a rotina parlamentar. Durante uma semana, os jovens tomam posse e atuam como verdadeiros deputados. O título do projeto é “Fomento Intelectual: ampliação da participação social e política da juventude” e também será defendido na ONU.

“Eu já tinha um projeto de lei, usado durante o Parlamento Jovem, que apresentei ao Estado e foi aceito. Quero aprimorar esse projeto e, além disso, conhecer novos estudantes e poder fazer uma inclusão do Brasil com outros países. Quero um projeto que não seja só nacional, mas seja global”, deseja Lara. “Foi fantástico receber a notícia, fiquei muito feliz em estar saindo do Brasil com um projeto e conhecer outros estudantes em Nova Iorque, e na sede da ONU. É inexplicável”, completa.


as mais lidas